Cuidados Durante a Gestação

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Veja como ficar bonita e saudável enquanto espera o bebê

Toda gestante, mais cedo ou mais tarde, acaba se dando por conta de que a gravidez tem seus prós e contras quanto aos impactos no corpo feminino. Os cabelos ficam lindos e brilhosos, em compensação, a pele fica sujeita a manchas e estrias.

Esses são apenas dois exemplos da condição complexa de uma pessoa que carrega outra em seu ventre. Por isso, é de extrema importância procurar compreender os processos pelos quais o corpo passa na gestação e de que formas contornar possíveis problemas.

Na publicação de hoje, vamos nos dedicar a abordar essa questão. Você terá algumas informações e dicas práticas que toda gestante precisa conhecer para ficar bela e saudável enquanto espera o seu bebê. Vamos lá?

Impactos no corpo feminino durante a gestação

 

A seguir, nos dedicaremos a detalhar os principais impactos que a gestante observa no corpo durante os nove meses da gravidez e, é claro, depois do parto também. Cada um deles contará com sugestões de cuidados para prevenir e corrigir imperfeições.

1. Varizes e inchaços

 

É muito comum que a gestante observe retenção de líquidos pelo corpo e formação de vasinhos e varizes nas pernas. Infelizmente, esse é um processo natural resultante da grande concentração de hormônios no organismo.

Eles são responsáveis pelo relaxamento e dilatação das veias, fazendo com que o retorno do sangue seja prejudicado, principalmente nos membros inferiores.

Tendo em vista reduzir esse processo, você pode erguer as pernas quando estiver sentada e evitar ficar muito tempo na mesma posição. Os movimentos colaboram para a fluidez da circulação. Da mesma forma, as atividades físicas leves são grandes aliadas da gestante.

2. Manchas na pele

 

Manchas escuras, denominadas melasmas, costumam aparecer na pele das grávidas. O rosto é uma das partes do corpo mais atingidas. Mais uma vez, esse é um resultado de alterações hormonais.

Para reduzir a incidência de tais manchas, evite a exposição aos raios solares do meio da manhã à metade tarde. Além disso, use sempre o protetor solar que for recomendado pelo ginecologista. Incluir alimentos com betacaroteno da dieta também ajuda nesse sentido. Alguns exemplos são: mamão, cenoura, abóbora e manga.

3. Cabelos brancos

 

A gestante que costumava tingir o cabelo se vê compelida a parar com o procedimento durante a espera do bebê. Há divergências entre os especialistas, mas a maioria recomenda que não seja aplicado nenhum componente químico no couro cabeludo pelo menos até o quarto mês da gravidez.

Lamentavelmente, não há muito o que fazer quanto a essa restrição. Uma alternativa é realizar apenas mechas que não entrem em contato com a pele.

4. Aumento de peso

 

Aquela premissa de que a gestante deve comer por dois nem sempre se aplica. Se você cair em tentação diante de todos os desejos que tiver e não medir a quantidade de calorias que consome na gravidez, e bem provável que aumente de peso muito mais do que o esperado.

Aproveite a gestação para reeducar a alimentação, preferencialmente com o acompanhamento de um nutricionista. O que você consome afeta diretamente na saúde e o desenvolvimento da pessoinha que está dentro da sua barriga. Beba bastante água e mantenha um cardápio mais saudável, sem exageros.

5. Estrias e flacidez

 

As estrias resultantes da expansão abdominal e dos seios são, muitas vezes, inevitáveis. Mesmo com muito cuidado é possível que as temidas listrinhas roxas se formem e, com o tempo, cicatrizem ficando esbranquiçadas. Junto com elas, normalmente vem a flacidez.

Uma pele bem hidratada tem menos chance de ser afetada pelo problema ou, ao menos, reduz a expansão do dano. Procure por cremes e óleos especialmente formulados para a gestante e use todos os dias no seu corpo.

No caso da flacidez, o uso de cinta pós cirúrgica e modeladores pós parto podem te auxiliar depois que o Bebê nascer. Você pode usar o body amamentação para manter os seios e o barriga no lugar, a cinta pós parto e uma cinta modeladora abdominal de formar intercaladas de acordo com a ocasião,  mas é importante usar o tamanho correto para não causar nenhum tipo de desconforto, e é claro, não deixe de consultar o seu medido sobre o uso de modeladores pós parto.

6. Dores nas costas

 

Quanto mais a barriga cresce, maiores são também os desconfortos e dores nas costas. Se não ficarmos atentas a esse aspecto, além de todo o incômodo ainda podemos afetar a postura e ter complicações mais sérias no longo prazo.

Uma das formas de auxiliar é você procurar manter uma postura correta para diminuir as dores nas costas e se possível fazer alongamentos e exercícios físicos específicos para o período da gestação, e nestes casos é importantíssima o auxilio de um profissional devidamente qualificado para te ajudar neste tipo de atividade.

Considerações finais

 

Como você pôde perceber no post de hoje, o quotidiano da gestante não é feito apenas de rosas. Ele também tem seus espinhos. No entanto, com os cuidados certos é possível contornar os impactos da gravidez no corpo e curtir a maternidade.

Até a próxima, com mais dicas, e se liga nesse kit de modeladores pós parto que preparamos pra você:



Comentários no Facebook